Dia do Bibliotecário será celebrado com intensa programação online

Postado em 05/03/2021.

No dia 12 de março é comemorado o Dia do Bibliotecário. Para celebrar a data e homenagear os profissionais da área, durante todo o mês de março, o Conselho Federal de Biblioteconomia e os Conselhos Regionais (Sistema CFB/CRB) promoverão eventos e encontros virtuais abordando os mais diversos temas.

A programação inclui uma live promovida pelo CFB, no dia 12 de março, que abordará o FUNDEB – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. O evento será mediado pelo Presidente do CFB – Marcos Luiz Cavalcanti de Miranda, com a participação especial da Deputada Federal e Bibliotecária Fernanda Melchionna, contando com a presença do Presidente da ANCIB – Henry Poncio Cruz de Oliveira e da Presidente da ABECIN – Martha Suzana Cabral Nunes. Em prosseguimento, haverá o momento cultural com a apresentação da Bibliotecária Malena Xavier (CRB-7). A transmissão será feita ao vivo, a partir das 18h, no canal do CFB no YouTube e na página do CFB no Facebook

No dia 19 de março, às 19h, o CFB realizará um bate-papo, mediado pela Diretora Técnica e Coordenadora da Comissão de Bibliotecas Escolares e Públicas do CFB – Eliane Lourdes da Silva Moro, com o tema “O Bibliotecário como Agente de Transformação Social na Biblioteca Pública”. O encontro terá a participação de profissionais com experiência e competência no âmbito de bibliotecas públicas: Anamaria da Costa Souza – Coordenadora do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP); Bibliotecária Aline Carvalho do Nascimento – Diretora da Biblioteca Pública Benedito Leite de São Luís – MA; Bibliotecária Adriana Costa – Diretora da Biblioteca Pública Municipal Fernandes Bastos de Osório-RS e a Bibliotecária Denise Farias – Diretora da Biblioteca Pública Municipal de Cascavel-PR. 

E, para o encerramento do mês comemorativo do Bibliotecário, o CFB promoverá no dia 31 de março, às 19h, a palestra de Adriana Carla Oliveira sobre “A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e os impactos nas Organizações Brasileiras”, que será mediada pelo Coordenador da Comissão de Legislação e Normas do CFB – Cristian José de Oliveira Santos Brayner. A transmissão dos eventos será feita ao vivo no canal do CFB no YouTube e na página do CFB no Facebook

A programação completa das comemorações no Mês do Bibliotecário pode ser conferida nos sites e canais do Sistema CFB/CRB. 

Sobre o Dia do Bibliotecário

A data foi instituída pelo Decreto nº 84.631, de 12 de abril de 1980, e sua criação é uma homenagem ao nascimento de Manuel Bastos Tigre (1882 – 1957), que é considerado o primeiro bibliotecário concursado do Brasil.

Além de bibliotecário, Bastos Tigre, possuía múltiplos talentos: foi jornalista, poeta, compositor, teatrólogo, humorista, publicitário e também engenheiro. Em 1915, ele prestou concurso para Bibliotecário do Museu Nacional, transferindo-se mais tarde para a Biblioteca Central da Universidade do Brasil, exercendo a profissão de bibliotecário por 40 anos.

Para o Presidente do CFB, Marcos Luiz Cavalcanti de Miranda, os bibliotecários devem, cada vez mais, promover a leitura e a democratização do acesso ao conhecimento produzido e registrado pela humanidade, nos diversos ambientes de formação e informação.

“Toda e qualquer pessoa deve ter o direito à informação, sem restrições, para que se desenvolva como ser humano e tenha a devida competência para saber qual fonte de informação confiável é necessária para a sua vida, para o seu desenvolvimento intelectual, social, econômico e cultural”, defende Miranda.

Quem é o bibliotecário?

O bibliotecário é o profissional com bacharelado em Biblioteconomia, cuja profissão é regulamentada por lei, e que para atuação na área deve estar registrado no Conselho Regional de Biblioteconomia da sua jurisdição. Trabalha realizando o gerenciamento de bibliotecas com um grande leque de atividades, como a catalogação e a indexação de documentos de diversas naturezas, a manutenção de sistemas de recuperação da informação e a organização da informação, competência em informação, consultoria, gestão de dados, dentre outras ações.

Pode atuar orientando as pessoas sobre como encontrar as informações que precisam e organizando as informações para que sejam encontradas mais facilmente, planejando e oferecendo serviço de referência e informação presencial e virtual.

O bibliotecário trabalha em bibliotecas de diversos tipos, como públicas (federal, estaduais e municipais), escolares (de instituições públicas e privadas), comunitárias, universitárias (em faculdades e universidades, públicas ou privadas), especializadas (hospitalares, prisionais, empresariais, jurídicas – de Tribunais e de escritórios de advocacia).